Feira reúne produtos sustentáveis para construção civil em Atibaia, SP

Uma feira em Atibaia, no interior de São Paulo, reúne produtos sustentáveis para uso na construção civil. São mais de 100 expositores do Brasil e do exterior que mostram que é possível construir sem prejudicar o meio ambiente
Para o problema da falta de água, tem um sistema eletrônico de controle hídrico, onde a pessoa pode monitorar a temperatura e a quantidade de água que sai dos chuveiros, privadas e pias, por meio do computador ou por um celular.
“Existe a possibilidade de ajuste de fluxo de água de cada dispositivo, temperatura de cada dispositivo e também a linha de acionamento do sensor automático”, disse o gerente de vendas do produto, Rodrigo Forte.
Para economizar água e gerar energia elétrica, a sugestão é um painel de energia solar. São algumas placas que captam e distribuem força para o resto da casa. “E com a produção de energia limpa e sem ruído é que a gente consegue entregar uma energia de muito mais qualidade para o nosso país”, disse o engenheiro elétrico Paulo Betschart.
Outra novidade é a casa container, ela fica pronta rapidamente e não precisa de obras. “Quero uma casa para amanhã, é tudo muito urgente hoje”, explicou o arquiteto Ricardo Duarte.
O Brasil é o terceiro pais no ranking mundial com mais construções sustentáveis, perdendo apenas para os Estados Unidos e para China. Para o engenheiro especialista em meio ambiente, Marcos Casado, apesar do país já estar consolidado nesse tipo de obra, muita coisa ainda precisa ser feita pra melhorar a qualidade ambiental do Brasil. 
A organizadora da feira, Eliane Pires, diz acredita que o setor está em crescimento. “Com as nossas necessidades, deficiências e crise hidríca, a gente acredita muito que essa demanda só tende a aumentar”, disse.

Feira
A Feconati, feira da construção sustentável, vai até domingo (31) e funciona das 10h às 20h, na estação Atibaia, que fica à Avenida Jerônimo de Camargo, 6.308. A entrada é gratuita, mas é preciso fazer o cadastro no  site do evento.

Fonte: G1

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.